sexta-feira, 25 de novembro de 2011

IMPRESSÕES DO ESCRITOR MAURÍCIO MONTENEGRO SOBRE O MEU LIVRO "ENCRUZILHADA"

"Seu ponto forte é a sinceridade com o leitor, Pascale tem uma história e resolve contá-la como se contasse um causo. Sua voz em Encruzilhada é como a voz de um avô, sentado na cadeira de balanço na varanda. O cigarro de palha no canto da boca balançando enquanto ele fala. E podemos visualizar o neto, encantado, com medo do que está ouvindo enquanto admira a destreza do avô em não deixar o cigarro cair mesmo quando levanta o pé para cutucar uma unha encravada. Podemos ver o sol se pondo e a noite chegando, os grilos cricrilando e o neto se encolhendo de medo enquanto as estrelas tomam o céu e as sombras invadem a terra." - Maurício Montenegro

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário