sábado, 16 de abril de 2011

UM POUCO DA HISTÓRIA DO "TERRORZINE: MINICONTOS DE TERROR"


2008, ano de nascimento do fanzine TerrorZine: Minicontos de Terror. Um zine modesto, distribuído gratuitamente de e-mail em e-mail em arquivo pdf, e disponibilizado no Portal Cranik, que serve como plataforma de divulgação e download. Eu e Elenir Alves, minha esposa, editamos e publicamos centenas de minicontos, e praticamente todos os autores da atualidade passaram por nossas edições, seja em entrevistas ou minicontos. Fomos criticados? Sim, fomos criticados por alguns autores e críticos, pois na opinião destes, quem escreve miniconto é preguiçoso e não entende de literatura. Só posso dizer que é uma pena que eles desconheçam a existência do trabalho dos escritores Ernest Hemingway, Augusto Monterroso, Marcelino Freire e Dalton Trevisan. Levei, e ainda levo, vários tapas na cara ao convidar alguns escritores para participar do TerrorZine. Os mais simpáticos dizem que não escrevem minicontos, pois são escritores apenas de romances. Outros estão impossibilitados de participar, pois a editora deles não permitem participações em outras edições, mas não levam em conta que é um fanzine de distribuição gratuita. E por fim, alguns nem respondem aos meus convites. Minha real intenção nos minicontos, além de propagar essa literatura, foi a de unir os escritores de diversos estados brasileiros e divulgar os seus trabalhos, chegando a publicar mais de trinta escritores por edição. E nestes três anos de atividades, marcou muito a participação, mais de uma vez, do escritor, decano dos escritores de ficção científica no Brasil, André Carneiro, um escritor de mais de oitenta anos que hoje é mais reconhecido no exterior do que em nosso próprio país, e muitos editores brasileiros do fandom, infelizmente, não reconhecem a trajetória e a importância deste grande escritor em nosso meio literário. Portanto faço questão em deixar o link da biografia deste autor AQUI.

Nestas vinte e três edições do TerrorZine, contamos com as participações voluntárias dos escritores Moacyr Scliar (1937-2011), Jorge Luiz Calife, Roberto de Sousa Causo, Miguel Carqueija, Maria Helena Bandeira, Rosana Rios, Helena Gomes, Regina Drummond, André Vianco, Giulia Moon, Martha Argel, Eric Novello, Rober Pinheiro, Ataíde Tartari, Laura Elias, Cesar Silva, Álvaro Domingues, Allan Pitz, Ricardo Delfin, Danny Marks, Miriam Santiago, Almir Pascale, J. Modesto, Nelson Magrini, Braulio Tavares, Nazarethe Fonseca, Leonardo Brum, Kathia Brienza, Adriano Siqueira, M. D. Amado, Frodo Oliveira, Marcelo Borghi, Leandro Reis, Iam Godoy, J. P. Balbino, James Andrade, Miguel Dorelo, Luciana Fátima, Mariana Albuquerque, Sergio Gaut vel Hartman, Vampy Lu, Lord A, Wilson Gorj, Angela Oiticica, Maurício Montenegro, Edson Rossatto, Kampos, Gabriel Burani, André Schuk Paim, Dione Mara Souto da Rosa, Simone O. Marques, Carla Ribeiro, Higor Porto Montes, Finisia Fideli, Juliano Sasseron, Rúbia Cunha, Mario Carneiro Junior, Israel Teles, Dimitry Uziel, Lino França Junior, Armin Daniel, André Bozzetto Junior, Renato A. Azevedo, Estevan Lutz, Sérgio Pereira Couto, Paulo Soriano, Christian David, Chico Pascoal, Duda Falcão, Evandro Guerra, Felipe Alandt Simm, Lord Daniel Salem, Carlos Orsi e dezenas de outros escritores, dos quais escreveria até amanhã os seus nomes, deixando aqui o meu muito obrigado pela confiança. Não sou modesto em dizer que desconheço qualquer edição no Brasil que já tenha publicado tantos autores brasileiros em tão pouco tempo de vida.

E além dos minicontos e entrevistas, indicamos em cada edição livros, sites, blogs, lançamentos e eventos literários. É verdade que muitos fanzines foram criados e acabaram morrendo nestes últimos três anos, destacando 2010. Apoiamos as ideias originais que difundem de alguma maneira a nossa cultura, e esperamos continuar nesta batalha por muito, muito tempo, pois isso já faz parte de nossas vidas.

O fanzine TerrorZine é o trabalho deste que vos escreve, Ademir Pascale, e Elenir Alves, que passam horas, noites e dias reunindo material de qualidade para distribuir gratuitamente entre os leitores fãs do gênero fantasia, horror e ficção científica. E claro, sem os escritores que participam de cada edição e dos milhares de leitores, as nossas publicações simplesmente não existiriam.

Esperamos continuar recebendo o apoio de todos os escritores que já participaram de nossas edições e, mesmo eu não os convidando mais como fazia antigamente, as portas do TerrorZine sempre estarão abertas para novas submissões de qualidade.

Para os novos escritores, a página com mais informações e regras de participação no TerrorZine é www.cranik.com/terrorzine.html. Meu e-mail: ademir@cranik.com. E-mail da Elenir Alves: elenir@cranik.com.

OBS.: perguntas, entrevistas ou qualquer edição que deseja do TerrorZine 1 ao 23, basta solicitar através do nosso e-mail.

Um forte abraço,

5 comentários:

  1. parabéns e força ao gênero Terror.

    ResponderExcluir
  2. Mesmo meu nome não tendo sido citado, parabéns pelo trabalho.

    ResponderExcluir
  3. Olá, Oscar! Agradeço pelo comentário. Como disse no texto, foram centenas de escritores que passaram pelo TerrorZine nestes três anos de atividades. Eu teria que rever cada edição para incluir todos os nomes, além de que ficaria um texto imenso. Mas agradeço todas as participações, e mesmo os escritores que participaram uma única vez, não deixam de ser menos importantes. Um grande abraço.

    ResponderExcluir
  4. Parabéns pelo trabalho e pela iniciativa, são de atituides assim que a literatura fantástica nacional precisa. Para mim foi uma honra participar do TerrorZine.

    ResponderExcluir
  5. Parabéns pelo trabalho Ademir, a TerrorZine é um ótimo projeto e espero que continue sendo editado por muito tempo. Não deve ser fácil, mas espero que, tanto você, quanto a Elenir continuem sempre motivados, pois este tipo de projeto contribui muito com o crescimento da literatura fantástica.
    Um forte abraço e claro, obrigado pela oportunidade.

    ResponderExcluir